Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crise dos 35

Crise dos 35

Abstrai e Finge Demência

Cinco graus lá fora, no pc toca, pela miléssima vez, uma música profunda demais para um dia de sol de inverno brilhante que nos ofusca a vista e qual é o conselho que encontro num post do Facebook " Abstrai e Finge Demência", ADOREI, de tantos conselhos que nós dão este deve ser dos mais inteligentes. Porque temos sempre de compreender tudo? e pior, porque temos de demonstrar ao mundo que compreendemos!? Porque temos nós de descortinar os sentimentos e os pensamentos mais complexos que possam existir na humanidade? Porque terão de ser as Mulheres o supra sumo da complexidade? E a velocidade com que o fazemos... as conexões entre os nossos neurónios  realizam-se numa rapidez tão elevada que se ligássemos um fio ao nosso cérebro iríamos produzir energia suficiente para carregar um telemóvel.  Bem isso até nos ia dar um jeitão do caraças em certas situações, aquelas em que só temos 5% de bateria e o mundo conspira contra nós e tudo o que precisamos naquele momento é apenas do telemóvel, o único que nos pode salvar. 

Mas isto torna-nos mais felizes? bem acho que não, tenho a certeza que em certas ocasiões mais valia fingirmos uma demência qualquer, já lá dizia Salazar, Povo ignorante Povo Feliz :) O mundo não precisa de saber que somos uma espécie de arma atómica camuflada que só se revela em a situações extremas. 

Portanto lição do Dia: Abstrair das insanidades pessoais e fingir demência para as insaidades alheias :)

 

Bom Fim de Semana.

4 comentários

Comentar post